Dear Cupid, next time hit both.









domingo, 2 de maio de 2010

Gostava de ainda te saber de cor.

Gostava de ainda te saber de cor. De poder fechar os olhos e rever cada traço teu, cada gesto, cada olhar. Eu revejo-os, sim, mas agora já não é o mesmo. Não têm o mesmo encanto. Mesmo sem quereres, partiste-me o coração tantas vezes que os teus gestos perderam o encanto. Continuas a marcar-me, a ter o teu efeito sobre mim, mas não penso em ti com a leveza de antes. É impossível... Eu sei que também te parti o coração, eu sei. E desde aí tem sido como andar num carrossel imparável. Há dias em que o carrossel anda muito rápido e eu só quero fugir de ti, de nós, dos nossos dias, dos momentos, das palavras, dos toques, do teu olhar meigo e dos teus lábios suaves que me prendem sempre, sempre. E depois há dias em que o carrossel anda tão devagar que o Mundo em volta pára e somos só tu e eu outra vez. Ou eu gostava que fôssemos só tu e eu outra vez. Mas não somos, pois não? Nunca mais fomos só tu e eu, desde que te parti o coração e que tu desfizeste o meu, uma e outra vez. Parei agora para ler e a sensação que tenho é a de que escrevi isto tudo sem respirar. Porque tu deixas-me assim, sem saber bem como respirar, a respirar sem saber bem como viver, a viver sem saber bem como seguir sem ti. Nesses momentos, gostava de ainda te saber de cor como antes, com encanto, que nunca tivéssemos deixado que o nosso amor se tornasse tão complicado, que ainda fôssemos só tu e eu. Que o carrossel andasse e o Mundo parasse só para nós.

12 comentários:

  1. apesar dos teus 24 anos e dos meus 18. apesar destes nossos 6 anos de diferença, desde sempre que me identifico com aquilo que escreves. na maioria dos teus textos, revejo-me em imensas situações. mas neste, disseste (me) muito mais.
    acho que escreveste aquilo que eu nunca consegui ordenar na minha cabeça, no meu coração e principalmente transmitir a alguém.

    partimos o coração um ao outro e por muitos sentimentos que ainda existam, até podemos ainda nem saber como viver sem o outro, pode ser um amor para sempre.
    podemos ser daqueles casais que vão sempre ser casais e que nunca vão ter uma relação de amizade porque simplesmente existe ainda muito para além disso. pode ser o caso disso tudo mas, quando partimos o coração um ao outro, parece que tudo mudou, não? tudo isso que foi dito atrás, parece que já não é o suficiente para nos fazer ficar juntos.
    às vezes ainda penso nisso .. e fico-me por não saber nada, de qualquer maneira.

    ResponderEliminar
  2. eu gostava muito de já não o saber de cor, no entanto parece que tudo aconteceu na semana passada, quando na verdade já lá vão anos ...
    como eu digo, 'isto vai passar, tem de passar por amor de deus'.

    Um beijinho *

    ResponderEliminar
  3. eu li e cheguei com a respiraçao normal mas com o coraçao apertado. adorei o texto e senti cada palavra com pequenos amassos no peito por me identificar, mais uma vez, tanto

    ResponderEliminar
  4. xi o que para ai vai =/

    ps. já res ao teu coment no meu estamine, o video da proxima semana é bem exemplificativo do que faz um video a uma musica, se o comseguires, a ver se o comsegues entender apenas vendo-o e sem pesquisar o seu significado( eu que normalmente descodifico os videos facilmente, este por mais visualizaçoes que o tenha feito só descodifiquei quando pesquisei sobre o significado)

    ResponderEliminar
  5. Té: é precisamente isso que tu disseste... podemos ser um desses casais que vão ser sempre um casal, toda a gente pode dizer "mas vocês ficavam tão bem juntos" constantemente, podemos sempre gostar dele um bocadinho que seja porque foi importante demais para o varrermos assim do peito. Mas o que aconteceu, o que se fez, o que se disse... não permite que as coisas voltem a ser como antes, muito menos que sigam como se não tivesse acontecido nada... nunca seria o mesmo, e nós nunca seremos os mesmos... beijinho***

    June: por amor de deus, tem de passar sim... :) beijinho

    Iúri: olá desaparecido :) esse carrossel pode ser lindo sim... ou apenas nostálgico e algo doloroso... beijinho e aparece mais vezes*

    Jo: há sempre quem se identifique e é pena... parece que andamos sempre de coração partido =/ beijinho e ainda bem que gostaste*

    Riga: opá... nem tu sabes metade do que para aqui vai lol. Já passo lá. beijinho

    ResponderEliminar
  6. Nem tudo ficou bem resolvido entre vós. E terás sempre essa angústia, será sempre assim... Olha apenas para a frente e deixa de olhar para o passado.

    ResponderEliminar
  7. e dói tanto o ainda saber, e dói outro tanto o já não saber de cor. Beijinho

    ResponderEliminar
  8. Sentimento de mim: ficou tudo resolvido sim, e já há muito tempo, mas isso não significa que se esqueça... o passado ainda é presente por isso é impossível não o olhar também... beijinho

    Mysterious girl: pois... :) beijinho

    ResponderEliminar
  9. Porque continua a ser uma luta permanente...
    Como já aqui o disse escreves tanto daquilo que eu gostava de o conseguir fazer mas que nem sempre ordeno as palavras e pensamentos para esse efeito.
    Gostei muito! Vou colocar no meu cantinho, com a devida referência, sim?
    Beijinho*

    ResponderEliminar
  10. Minha querida... Temos que ser como o tempo e andar para a frente! Cada vez tento pensar mais assim, tentar guardar o passado, o que foi bom. Tento não me arrepender do que vivi, do que amei, do que senti, do que fiz e do que pensei pois não posso alterá-lo. Só nos resta enfiar mais essa história na nossa bagagem, torná-la parte de um passado que não volta e olhar em volta: existe tanto coisa que vale a pena saber de cor!! :)
    Um beijinho querida

    ResponderEliminar
  11. Maisa: ainda bem que gostas... ok e eu vou lá espreitar ;) beijinho

    Joana: eu tb tento fazer isso tudo... mas umas vezes é mais difícil do que outras... e quando não encontramos outras coisas que valham a pena saber de cor ainda mais... =/ beijinho

    ResponderEliminar