Dear Cupid, next time hit both.









quinta-feira, 2 de junho de 2011

A vida não se aprende nos livros - 7


Eu já aprendi que, por muito longa, interminável e aborrecida que a fila de trânsito em que estou enfiada seja, não vale a pena passar para a fila do lado, aquela que anda sempre mais rápido. Porque, no momento em que mudamos de fila, a pensar "epá espera lá que aquela está a andar melhor!", a fila para que passamos torna-se de imediato a fila mais longa, interminável e aborrecida de todas, e aquela de que saímos começa a andar mais rápido. Diz que a isto se chama leis de Murphy, e eu não sei quem foi esse senhor, mas parece que percebia umas coisas.

6 comentários:

  1. por isso é que vou sempre quietinho na faixa da direita.lol

    ResponderEliminar
  2. Curti o blog,

    to seguindo, retribui!

    abraços,
    http://devilge.blogspot.com

    ResponderEliminar
  3. Tal e qual como as relações humanas...

    ResponderEliminar
  4. Riga: lol eu nem sempre consigo...

    Geisson: bem-vindo ;) obrigada!

    voz a 0 db: haha nunca tinha pensado nisso mas tb é um bocadinho verdade sim...

    ResponderEliminar
  5. Todos os dias me acontece isso nas portagens.... um rolha a conversar com o receptor do dinheiro...felizmente não vivo em lugar de grandes filas...praticamente o percurso é em auto estrada..e Guimarães é demasiado pacato para grandes filas.. e há sempre ruas para desvio...vantagens de viver em cidades pequenas... e pacatas..

    ResponderEliminar
  6. Caos é no Porto... conduzo há 20 anos... e acredita que cada vez que vou ao Porto tremo.. tanto ultrapassam pela direita como pela esquerda.. ainda o semáforo está laranja já ouves apitos..e filas é outro caos...acho que deve ser único em Portugal!

    ResponderEliminar